Menu


Polícia Federal desarticula esquema de fraude no seguro defeso no Pará

16 MAR 2017
16 de Março de 2017

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quinta-feira (16) uma operação para desarticular um esquema de fraude no seguro defeso, benefício concedido a pescadores no período em que a pesca é proibida. Ao todo, quatro equipes compostas por 20 policiais federais, cumprem três mandados de prisão preventiva e cinco mandados de busca e apreensão na região sudeste do Pará.

Entre os locais de busca, está a Associação de Pescadores da Colônia Z-58 e algumas residências nas cidades de Nova Ipixuna e Itupiranga. Três pessoas que faziam parte do esquema para fraudar e obter parcela do seguro defeso pago para falsos pescadores já foram presas.

Segundo a PF, um dos alvos da operação já havia sido denunciado por outras fraudes e preso por coagir testemunhas do crime durante uma ação judicial, na Justiça Federal. De pescador, o suspeito virou empresário e vereador. Se condenados pelos crimes, os suspeitos podem pegar pena de reclusão de até 15 anos.

Investigações
A atividade de conseguir falsas pessoas dedicadas à pesca se estendia a várias regiões próximas, que ainda estão sob investigação. De acordo com os cálculos estimativos do chefe da investigação, o prejuízo aos cofres públicos ao longo de quase dez anos de atividade dos criminosos chega a R$ 10 milhões.

G1 Pará

Voltar


Tenha você também a sua rádio