Menu


Continua a greve dos bancários

09 SET 2016
09 de Setembro de 2016
Greve é por tempo indeterminado; classe reivindica reajuste salarial. Quem procura serviços nas agências reclama do atendimento.
Em seu quarto dia, a greve dos bancários no Amapá, que ocorre por tempo indeterminado, tem gerado reclamação de clientes que precisam utilizar os serviços das agências. O movimento foi iniciado na segunda-feira (6), aderindo ao ato nacional da  Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), que acontece em vários estados pelo país.
No total, 28 agências no estado tiveram as atividades paralisadas, informou o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Sintraf) no Amapá. Cerca de 650 trabalhadores aderiram à greve, correspondendo a cerca de 70% da categoria.
Por conta da paralisação, serviços como saques e depósitos ficaram reduzidos, além do atendimento ter se tornado menos eficiente na classificação da engenheira civil Guticleia de Souza, de 49 anos, que foi ao banco nesta sexta-feira (9) para solicitar uma exclusão de débito em conta, mas não conseguiu.
"Não tem quem me explique como posso fazer esse procedimento e, por causa deste depósito, não consigo nem movimentar minha conta. Entendo que os bancários têm seus motivos, mas, infelizmente, somos muito prejudicados com isso", reclamou.
Voltar


Tenha você também a sua rádio