Menu


Metade do ensino médio deve ter educação física e artes, diz MEC

27 SET 2016
27 de Setembro de 2016

Secretária-executiva do Ministério da Educação (MEC), Maria Helena Guimarães de Castro, afirmou em entrevista ao Jornal Hoje, nesta terça-feira (27), que artes e educação física deverão ser obrigatórias em ao menos metade do ensino médio.

"Nós temos a área das Linguagens que inclui arte e educação física. Elas continuam sendo componentes da área de Linguagens e estarão dentro da Base Nacional que deverá ser obrigatória na primeira metade do ensino médio. A segunda metade vai depender das opções que o aluno fizer", explicou Maria Helena.

Ainda na entrevista ao Jornal Hoje, a secretária-executiva lembrou, entretanto, que a definição do que constará no currículo mínimo sugerido pela Base ainda será alvo de debates e não está fechado. O MEC tem apontado que vai garantir a permanência do que for essencial de todas as disciplinas.

"Essa é uma decisão (conteúdo da Base) que vai passar por uma série de debates, uma série de seminários agora com os secretários estaduais de educação, com especialistas, com as universidades. Esse debate é que vai definir aquilo que é comum, geral e obrigatório para todos", explicou a secretária-executiva do MEC.

"Essa é uma decisão que vai passar por uma série de debates, uma série de seminários agora com os secretários estaduais de educação, com especialistas, com as universidades. Esse debate é que vai definir aquilo que é comum, geral e obrigatório para todos"

Recuo e manutenção

Na sexta-feira (23), após o MEC recuar e decidir manter as disciplinas no currículo até a aprovação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), Maria Helena já havia afirmado que até a próxima Base "continua tudo como está" e que as disciplinas devem entrar no conteúdo mínimo que será determinado como obrigatório.

Segundo o texto da medida provisória que trata da reforma do ensino médio, esse conteúdo mínimo que ainda será definido pela BNCC deve ocupar metade do tempo do ensino médio.

"Elas continuam sendo obrigatórias até a aprovação da próxima Base Nacional Comum Curricular, que deverá, muito certamente, aprovar na parte comum a inclusão dessas disciplinas", afirma a secretária-executiva", disse a secretária na ocasião. À época, ela ressaltou que "uma hora de arte, uma hora de filosofia, uma hora de sociologia e uma hora de educação física por semana" não resolve a formação do aluno.

Segundo o texto da MP, o conteúdo mínimo que ainda será definido pela BNCC deve consumir ao todo metade do tempo do ensino médio (1,2 mil horas).

Fonte: G1 Globo

Voltar


Tenha você também a sua rádio