Menu


Comunidades rurais no AP reclamam de quedas de energia há 5 meses

28 SET 2016
28 de Setembro de 2016

As comunidades rurais de Ilha Tapurú, Cachoeira, São José e Padaria no município de Laranjal do Jari, a 265 quilômetros de Macapá, estariam há cerca de cinco meses com constantes interrupções de energia elétrica, segundo os moradores. Ele apontam que o sistema fotovoltaico, que captaria energia solar e converteria em eletricidade não funciona.

O sistema começou a ser instalado em junho, e teria apresentado problemas técnicos, conforme a comunidade. A empresa responsável pela obra, Jari Energia, não teria encerrado a instalação das placas de luz fotovoltaicas e as que foram colocadas não teriam funcionado. A empresa informou ao G1 que está analisando o caso.

Para amenizar a situação, os moradores das comunidades pedem a reativação dos geradores de energia elétrica movidos à combustível custeados pelo governo. A Secretaria de Estado da Inclusão e Mobilização Social (SIMS) explica que as placas de energia instaladas em Laranjal do Jari fazem parte do plano de compensação ambiental da hidrelétrica instalada naquela região.

Ainda de acordo com a Sims, pelas regras do Programa Luz para Viver Melhor, quando uma comunidade consegue a suficiência de energia elétrica, automaticamente é desvinculada do programa de fornecimento de óleo diesel, necessário para acionar os geradores.

O diretor de escola Odivaldo Casemiro, de 43 anos, lembra que a comunidade de Padaria chegou a fazer uma manifestação no dia 29 de agosto na busca de respostas para o problema. Segundo ele, tanto a empresa quanto o governo não deram, nem apresentaram propostas de solução.

"Não podemos comprar alimentos para a escola porque estragam. Os moradores não sabem mais o que fazer. O governo cortou o óleo da comunidade porque acreditou que o sistema solar daria certo. As comunidades estão sem energia há cerca de cinco meses", reforçou.

Fonte: G1 Amapá 

Voltar


Tenha você também a sua rádio