Menu


Cesta básica do paraense já aumentou 20% em 2016

07 OUT 2016
07 de Outubro de 2016

A Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em 27 capitais do País, mostra que o conjunto dos itens alimentícios considerados essenciais na mesa dos brasileiros ficou mais barato, em setembro, em 14 localidades, ao mesmo tempo em que subiu de preço em 13 cidades. O maior reajuste ocorreu em Brasília (2,3%), seguido de Salvador (1,4%), Fortaleza (1,4%) e Recife (1%). Em sentido oposto, as maiores quedas foram registradas em Macapá (-5%), Goiânia (-4,3%). Campo Grande (-1,9%) e Belo Horizonte (-1,8%).

Os gaúchos são os que estão pagando mais pelos produtos. Em Porto Alegre, o valor da cesta básica atingiu R$ 477,69, o que significa um aumento de 0,71% sobre o mês anterior e uma alta acumulada de 12,5% desde o começo do ano. Ainda na lista das localidades com os maiores custos aparecem São Paulo (R$ 471,57, mas baixa de 0,75% sobre agosto) e Brasília (R$ 461,99, 2,37% mais).

Diário do Pará
Voltar










r.

Tenha você também a sua rádio